arraste para o lado para ver mais fotos
Antonio Lopes - Crônica 388 – Objetividade

As dificuldades apresentadas por diversas pessoas, para chegar a algum objetivo, se apresentam como falta de objetividade. Abordar um assunto, rodeando como falar e chegar a um objetivo desejado, faz parte do ser humano que, num grande número de casos, fica muito preocupado com a possiblidade de ferir com suas palavras e, também, com a possiblidade de um resultado negativo para o intento. Surgem pensamentos dizendo que poderá haver um ‘não’ ou que a pessoa poderá se ofender com uma pergunta ou entender como cobrança.

A subjetividade pode ser aprendida com o programa lero lero da internet, como falar e não dizer nada, rico em prolixidade utilizada por vários políticos de boa fala, que soltam o verbo com retóricas, floreando um discurso e não se comprometendo com nada: a plateia aplaude.

Na vida pessoal e profissional a objetividade produz bons resultados nos relacionamentos, nas atividades profissionais e sociais. Ser objetivo é uma qualidade atribuída a alguém que é direto em suas ações, sem perder tempo com subterfúgios. Atitudes de imparcialidade, praticidade, direção, praticidade, assertividade se relacionam à tomada de decisões rápidas, sem medo de errar e de receber críticas.

Nas suas atividades, as pessoas de sucesso adquirem autoconfiança e não recusam assumir compromissos e responsabilidades, pois têm desenvolvida a habilidade para analisar, de forma rápida, se valerá a pena agir. Têm a capacidade de mensurar fatos e decidir as escolhas. Para desenvolver a objetividade é preciso praticar a eliminação dos pensamentos negativos e de censura que invadem a mente e, mesmo se sentindo inseguro, agir sem perda de tempo com conversas moles, com rodeios aos assuntos. Buscar aprender a técnica de elaborar perguntas esclarecedoras, diante de uma situação, passa a ser importante para que o ego seja fortalecido.

De acordo com a geometria analítica, a menor distância entre dois pontos é uma reta. Perguntas diretas podem ser construídas com o objetivo de alcançar resultados rapidamente. Sem objetivo na vida as pessoas se entregam à procrastinação, à preguiça e à incompetência, deixando para depois o que pode ser feito já, colhendo poucos resultados significativos. Ser cada vez mais objetivo é estar sempre em busca de aprender. Depende da vontade. Desafiar-se um pouco mais a cada dia é ir em busca de superação. Aprender a fazer o que importa e eliminar as âncoras que puxam para o fundo é o que importa!



Crônica anterior        /         Página inicial         /        Crônica seguinte




Diversos Há 1 ano