arraste para o lado para ver mais fotos
Antonio Lopes - Crônica 403 - Champanhe

Proporcionar e se permitir deliciar momentos agradáveis é necessário para uma vida melhor. Compartilhar com boa parceria os desejos de carinho e amor, deixando de lado as censuras que nos proíbem de usufruir do prazer, libera felicidade e bem-estar físico e mental, que muito contribui para o equilíbrio da saúde das pessoas. Um pouco de um delicioso champanhe geladinho dá brilho aos olhos sem ruborizar a face, acende o coração e clama pelas carícias do amor, despertando as mais belas fantasias. As bolhinhas do champanhe, ao explodirem, liberam um delicioso aroma da uva e provocam uma sensação estimulante da libido, ensejando a sensualidade que atrai pensamentos sexuais e fantasias prazerosas.

As mulheres, ao consumirem esse delicioso vinho que veio das realezas inglesas e francesas e dos encontros dos aristocratas, sabem que é um néctar especial para momentos que devem ser marcados e bem lembrados, envolvidos pelo prazer e erotização. Promove o despertar da libido feminina, pois os polifenóis contidos no vinho facilitam um melhor funcionamento dos vasos sanguíneos, que estimulam a liberação de Eros – deus do amor. Onde tem vasos sanguíneos funcionando bem, os órgãos têm mais chance de estarem bem e capazes de maior atividade e excitação. A alegria se manifesta de forma contagiante, acendendo a chama de vida em seu interior, que impulsiona a atração e desejos.

Os champanhes são produzidos de uvas de sabor agradável e de aroma delicioso. Alguns benefícios são encontrados, como amenizar a fase do climatério e da menopausa, contribuindo para melhorar a pele e a beleza da mulher. Deve-se cuidar para não ir ao exagero, pois a libido estimulada sempre pede mais, devido ao teor de álcool contido, que reduz a censura mental e fortalece o Ego para se sentir mais atraente.

Vinhos de uvas escuras e selecionadas são mais saudáveis por conterem maior quantidade de polifenóis (resveratrol), facilitando o maior nível de HDL (colesterol bom), que ajuda a limpar as artérias. É o prazer que movimenta a vida, despertando as sensações amorosas e a sexualidade. Acima do limite pode levar à angústia e depressão, pois o organismo estará insatisfeito e, por conta da ausência da bebida, transtorna e pode afetar sua saúde. A taça tem um formato importante para reter as bolhinhas que aumentam o prazer de beber, contribuindo para o requinte que embeleza, despertando o sorriso e sensações de liberdade de viver com glamour e alegria.

Buscar de vez em quando criar um ambiente romântico, com uma surpresa num jantar, colocando uma música agradável e um champanhe, desenvolve um clima muito especial para o casal, oportunizando inovar e fortalecer os relacionamentos que vão sofrendo desgaste pelos afetos do dia a dia.

Amar e fazer amor é 100% humano.



Crônica anterior        /         Página inicial         /        Crônica seguinte




Diversos 10 meses