arraste para o lado para ver mais fotos
Antonio Lopes - Ensaio Psicanalítico 429 - Limpando a chaminé

No caso clássico Anna O., em que Freud criou a Psicanálise (a cura através da fala), foi manifestada a expressão “limpeza pela chaminé”, que significa a limpeza da alma, para permitir a saída do lixo que acumulamos e a entrada da harmonia, tão necessária para o equilíbrio mental.

Neste momento de festas, confraternização, gastança e endividamento para comprar o que não pode num esforço máximo de agradar alguém, como se um presente fosse a coisa mais importante, a euforia invade as pessoas que ansiosamente querem usufruir do prazer de uma compra e, numa confusão coletiva, acontece a maratona de consumismo desenfreado em busca de um presente. Esse simbolismo, criado pelo marketing, envolve o ser humano com uma obrigação de presentear para alcançar satisfação pessoal, um gozo por poder contemplar alguém com alguma coisa que talvez não seja tão importante para quem recebe.

Quando recebemos um presente nem sempre é o que nos agrada, mas não podemos recusar. O tradicional “espírito natalino”, na sua origem, é a alusão maior ao amor, representado pelo nascimento do menino Jesus. O amor se expressa nos rituais religiosos, nos gestos solidários, nas intenções e felicitações desejadas, nas expressões de afetos fraternos.

Mesmo com todo “espírito de Natal”, já tomados pelo efeito hipnótico coletivo e também do álcool, alguns mal conseguem terminar a ceia sem demonstrar sinais de descompasso com seus pares. Assim se proclama – “Feliz Natal!” A cada ano, numa repetição, novos encontros, nova festa, novas tratativas, novas intenções, inspirados numa ilusão de sonhos que não se realizam.

Talvez possamos pensar que no simbolismo do Papai Noel entrando pela chaminé, ele terá dificuldade em entrar na nossa morada interior se essa chaminé estiver suja pelas amarguras e transtornos da vida, o que impedirá a entrada da felicidade e fraternidade. Os pares de meias estão lá, pendurados, esperando receber uma dádiva, sem haver a preocupação de facilitar o acesso ao bom velhinho para nos presentear. Apenas queremos receber um presente e, se isso não acontece, fica uma frustração.

A limpeza da chaminé significa eliminar as mágoas e as lembranças negativas que são carregadas por falhas humanas, que contém afetos de raiva por alguém, feridas que não se curam, que bloqueiam a disseminação do amor ao próximo e impedem o perdão no sentido amplo de limpeza da alma. Perdoar os erros dos outros e perdoar a si mesmo, por ter carregado sentimentos inúteis e pensamentos egoístas, com julgamentos arbitrários, é fazer uma limpeza interior e dar brilho à oportunidade de viver hoje com mais alegria.

Dessa forma, desejar Feliz Natal, de verdade, é entender a palavra Natal, que significa o nascimento da esperança, do amor e da humildade. Feliz Natal é limpar a chaminé para facilitar a entrada de uma nova vida em cada um de nós.



Crônica anterior        /         Página inicial         /        Crônica seguinte




Colunistas Há 1 mês