arraste para o lado para ver mais fotos
Antonio Lopes - Ensaio Psicanalítico 430 - Feliz Ano Novo

Na publicação de Natal, mencionei que grande número de pessoas clamam por liberdade, mas não querem realmente a liberdade. Liberdade envolve responsabilidade e a maioria das pessoas tem medo de responsabilidades. Em primeiro de janeiro de dois mil e dezenove, se repetem as promessas dos anos anteriores com a esperança de um futuro melhor, mas se não assumir a responsabilidade de aprender a mudar, tudo continuará na mesma, promessas que se esvaziam logo após a ressaca das festividades que se passaram. E assim vamos em frente, viciados da procrastinação e da inércia, pois fazer a verdadeira mudança de costumes, requer esforço, dá trabalho, cansa e é dolorido enfrentar a si mesmo e requer reponsabilidade.

Mensagens bonitas de amor, de auto ajuda e fé, invadem as redes sociais e o que se vê é a falta de solidariedade, de amor e respeito ao próximo, um trânsito complicado e agressivo, uma neurose coletiva de fundo narcísico. Se queremos um ano novo melhor é preciso se livrar do que há de velho dentro de nós, entretanto, para muitos o apego é tão forte que não permite jogar fora o que não serve mais e só atrapalha. Para renovar é preciso sair da zona de conforto, ter espaço livre para colocar novos pensamentos, novos aprendizados, buscar competências e se determinar a alcançar a qualquer custo uma nova situação de vida.

Uma nova situação de vida não vem por acaso, ela será o resultado do que for feito a mais do que fazemos normalmente, sem este esforço, nada mudará e os resultados serão sempre os mesmos ou piores, pois ficamos ultrapassados e nada fazemos de novo para merecer mais.

Ano Novo, passa muito rápido e daqui a pouco será velho. É preciso inovar com uma visão clara do que se deseja, assumir compromisso com nossos desejos, adquirir competência para alcançar e determinar um prazo, para que isto possa exercer um estresse necessário para estimular novas ações indispensáveis para desenvolvimento de competências. É preciso sair da mesmice, suar a camisa, usar o cérebro com inteligência, desenvolver a criatividade e parar de reclamar, dizendo que não tem sorte, que é muito difícil, que é muito cansativo.

Estabelecer um desafio para 2019, anotando como quer estar no final do ano, será uma boa ferramenta para impulsionar uma mudança na vida. Deseja saúde, mude os hábitos de alimentação, faça exercícios e terá saúde. Quer melhor situação financeira, controle seus gastos buscando aprendizado de uso de fluxo de caixa, para conseguir economizar, mas estabeleça quanto quer ter de reserva no final do ano. Terá dinheiro.

Está ganhando pouco, busque desenvolvimento profissional de melhor remuneração e terá melhor ganho. Infeliz nos relacionamentos, busque eliminar o que não gostam em você. Aprenda a ter mais resiliência, respeite as pessoas como elas são, não queira mudá-las, mude você. Não seja crítico e não faça julgamentos, mas sim busque a tolerância. Será querido e admirado. Seja uma nova pessoa e terá o seu Ano Novo realizado. Você é o responsável pelo que você é, e se quer melhorar, liberte-se! Assim terá um Feliz Ano Novo!



Crônica anterior        /         Página inicial         /        Crônica seguinte




Diversos Há 5 meses