arraste para o lado para ver mais fotos
Secretaria de Saúde de Itajaí intensifica combate ao Aedes aegypti

Vigilância Epidemiológica e Núcleo de Controle de Zoonoses realizam ações preventivas

Itajaí intensifica ainda mais as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti após a confirmação de dois casos autóctones de dengue em janeiro – há um ano e meio o município não registrava casos da doença. Com a confirmação dos casos contraídos no município, o Programa de Controle da Dengue iniciou as ações de bloqueio nos bairros Fazenda e Salseiros, onde residem os pacientes. De janeiro até o momento, mais de 35 mil imóveis foram vistoriados e 187 focos positivos eliminados.

Na semana passada, os agentes de combate a endemias realizaram visitas para eliminação de criadouros em um raio de 300 metros ao redor das casas dos pacientes, além de fazer a aplicação de inseticida na região e a investigação de outros possíveis casos suspeitos da doença. Na segunda-feira (4), a Vigilância Epidemiológica também reuniu coordenadores de unidades de saúde, enfermeiros e médicos para reforçar as notificações de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Os pacientes que contraíram dengue na cidade em janeiro são duas mulheres, de 42 e 36 anos, que receberam tratamento e já retornaram as suas atividades – uma delas já havia contraído dengue em 2015. Além das ações de bloqueio na semana passada, na segunda-feira um drone sobrevoou os locais onde os casos foram registrados e realizou um levantamento aéreo de possíveis criadouros. As imagens irão auxiliar os agentes no trabalho de eliminação de focos.

“Fizemos todas as ações recomendadas pelo Ministério da Saúde para conter a proliferação do mosquito e seguimos trabalhando nesses bairros. Porém, a comunidade precisa fazer a sua parte não deixando água parada, ainda encontramos muitos depósitos nas residências. As caixas d’água também devem ser mantidas bem fechadas e as calhas limpas”, destaca o coordenador do Programa de Controle da Dengue, Lúcio Vieira.

Os agentes de endemias do município seguem com a rotina de visitas de orientação e eliminação de focos nas casas, comércios, terrenos baldios e pontos estratégicos do município. De janeiro até o momento, foram realizadas 35.192 visitas pelos servidores. Ao todo, 187 focos do Aedes aegypti foram eliminados.

Além das vistorias, três depósitos de sucata receberam aplicação de inseticida para eliminação do mosquito adulto em janeiro. Foram recolhidos ainda mais de 300 recipientes com água parada nesses locais. A Sala de Situação de combate à dengue segue ativa no município promovendo ações conjuntas de combate a doença.

Notícia retirada do site da Prefeitura Municipal de Itajaí
Créditos foto: Divulgação




Notícias 2 meses