arraste para o lado para ver mais fotos
Itajaí conscientiza população sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Secretaria de Saúde distribui informativos sobre o tema em unidades e hospitais do município

A Secretaria de Saúde de Itajaí promove, nesta semana, ações alusivas ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado no sábado (18). Para reforçar a importância da data e conscientizar a população, a equipe da Vigilância Epidemiológica e da Saúde da Criança distribui informativos nas Unidades Básicas de Saúde, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e nos hospitais Pequeno Anjo e Marieta para que sejam realizadas atividades de educação em saúde com crianças e adolescentes do município.

A ação faz parte da campanha “Faça Bonito”, do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. O objetivo é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, além de promover uma cultura de paz no município. As unidades de saúde também vão realizar atividades de orientação sobre o assunto nesta semana.

Nos materiais informativos, a população poderá consultar os tipos de violações de direito que crianças e adolescentes podem sofrer: violência física, psicológica e institucional, tortura, tráfico de seres humanos, violência financeira, negligência, abandono, trabalho infantil e intervenção legal. O intuito é que as informações cheguem a adultos, crianças e adolescentes.

Como denunciar

Os materiais informativos sobre a data ainda terão os contatos que recebem denúncias de violência ou violação de direitos. A denúncia pode ser anônima e principais canais são: Conselho Tutelar pelo telefone (47) 3248-1711; Disque 100; e as Polícias Militar, Civil, Federal ou Rodoviária Federal.


Existe ainda um aplicativo para iOS e Android, criado para facilitar as denúncias e informar sobre a violência contra crianças e adolescentes. Acesse: http://www.protejabrasil.com.br/br/.

Além disso, profissionais de saúde do município podem fazer a notificação compulsória de qualquer suspeita ou confirmação de maus tratos contra crianças e adolescentes. Essa medida é uma linha de cuidado de atenção integral às vítimas de violência. Os profissionais também realizam acolhimento, atendimento, orientação e encaminhamento à rede de proteção.


Dia 18 de maio

A data foi escolhida como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos, que teve todos os seus direitos humanos violados: foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.


Notícia retirada do site da Prefeitura Municipal de Itajaí
Créditos foto:




Notícias Há 2 meses