arraste para o lado para ver mais fotos
Município dá continuidade ao combate dos escorpiões na Praia Brava

Espécies exóticas e passarela irregular foram retiradas do local

O combate aos escorpiões na Praia Brava foi reforçado nessa terça-feira (10). Uma equipe do Instituto Cidade Sustentável iniciou os trabalhos de retirada de espécies exóticas da restinga, resíduos e passarela irregular para evitar a proliferação do animal. As medidas seguirão durante esta semana para continuar o trabalho contra os escorpiões e restabelecer o ecossistema natural da praia.


Dois metros cúbicos de vegetação exótica foram retirados do local. A remoção da vegetação exótica e substituição por espécies nativas é uma medida necessária para garantir a qualidade ambiental da praia. Além disso, esse tipo de vegetação espanta a fauna nativa, como as corujas, predadores naturais do escorpião. O objetivo é recompor o espaço com o plantio de espécies nativas, cultivadas no Viveiro Municipal de Mudas Nativas.

A equipe também deu atenção para o lixo da praia. O uso indevido da faixa de areia por bares aumenta o acumulo de resíduos, que atraem baratas e escorpiões. Já a passarela irregular era usada como toca pelos escorpiões, fato que aumentava as aparições do animal. Camadas de areia com granulometria similar às da praia foram adicionadas para possibilitar o crescimento das espécies nativas.

As próximas etapas incluem o plantio gradual de espécies típicas de restinga e a implantação de cercas para proteger a vegetação.

Redução de escorpiões encontrados

A Secretaria Municipal de Saúde realizou diversas vistorias durante 2019 e constatou que, de janeiro a julho, o número de escorpiões capturados na Praia Brava reduziu 54% em relação ao ano anterior. A obra de fechamento do gabião próximo ao quiosque e ao posto de guarda-vidas 12, em novembro de 2018, é uma das responsáveis pela diminuição do aparecimento dos animais. (leia mais aqui e aqui).

Cuidados

Além da Praia Brava, existem outros pontos da cidade com a presença dos animais. A Secretaria de Saúde recomenda que a população evite o acúmulo de lixo, entulhos ou madeira, pois isso pode contribuir para proliferação do escorpião. O animal encontra alimento nestes locais, como baratas e pequenos insetos. Também orienta a verificar o local onde se estende a toalha na praia, sacudir as toalhas antes de guardá-las e procurar não ficar próximo aos locais com entulhos.


Caso aviste algum escorpião na praia ou em outro ponto da cidade, entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelos telefones (47) 3249-5572 ou 3249-5571, para que uma equipe vá ao local verificar a situação. Nos casos de acidentes, a orientação é procurar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou os hospitais da cidade o mais rápido possível. 

Notícia retirada do site da Prefeitura Municipal de Itajaí
Créditos foto: Divulgação




Notícias Há 11 dias