arraste para o lado para ver mais fotos
Mais 20 leitos de UTI serão ativados no Hospital Marieta em até 10 dias

Prazos foram confirmados pela instituição e Governo do Estado em reunião nesta terça-feira (28), em Florianópolis

Mais 20 de leitos de UTI para pacientes com COVID-19 serão ativados no Hospital Marieta Konder Bornhausen nos próximos 10 dias. A confirmação do prazo ocorreu em reunião nesta terça-feira (28), em Florianópolis, com o secretário de Estado da Saúde, André Motta, a direção do Hospital e um representante do Município de Itajaí. Os novos leitos serão instalados na atual estrutura, enquanto os dois andares do Complexo Madre Teresa são finalizados.


> Leia mais notícias sobre Coronavírus

Dez leitos de UTI serão instalados no oitavo andar do Hospital, onde atualmente há uma ala de enfermaria. Os outros 10 leitos serão ativados na UTI 4 da instituição, que atualmente é destinada para pacientes clínicos com outras patologias. Os internados neste espaço serão transferidos pelo Governo do Estado para outros hospitais da região. Com esta ampliação, o Hospital Marieta Konder Bornhausen contará com 70 leitos de UTI COVID-19 e 21 leitos de UTI geral. O governo também se comprometeu a ativar mais 50 leitos de enfermaria de retaguarda para dar suporte aos novos leitos de UTI do Marieta.


Além dos 20 respiradores e 20 monitores multiparamétricos enviados pelo Estado ao hospital na segunda-feira (27), o Governo estadual irá repassar outros equipamentos para os novos leitos, como carrinhos de emergência, cardioversores etc. Neste período de 10 dias, o Marieta também irá realizar a contratação de equipe qualificada para atender aos pacientes graves em tratamento para a COVID-19. O prazo para ativação foi confirmado pelo hospital e Estado.

Complexo Madre Teresa

De acordo com informações do Hospital Marieta e do Governo do Estado, a obra física do Complexo Madre Teresa está pronta para ativação de dois andares. No entanto, além dos respiradores e monitores enviados pelo Estado, são necessários outros equipamentos para conclusão dos leitos, como camas, macas, mobília, entre outros aparelhos.


Devido à COVID-19, fornecedores de hospitais receberam muitos pedidos em seus parques fabris e a capacidade instalada de produção estendeu os prazos de entrega. Com isso, a entrega de todos os materiais necessários e a contratação de equipe para colocar à disposição da população estes leitos de UTI e de enfermaria é de 40 dias.

Notícia retirada do site da Prefeitura Municipal de Itajaí
Créditos foto:




Notícias Há 13 dias