arraste para o lado para ver mais fotos
Antonio Lopes - Crônica 375 – Ser Humano

Homo sapiens do latim “homem sábio”, gente, ou homem é a única espécie animal de primata bípede do gênero, que teve sua origem na África, a mais ou menos 200 mil anos, iniciando um desenvolvimento anatomicamente moderno há cerca de 50 mil anos. Tem um cérebro altamente desenvolvido, raciocínio abstrato, linguagem própria e capacidade de falar outros idiomas, resolução de problemas, racionalidade, criatividade, sentimentos, inteligência emocional e capacidade de aprendizado.

Mas o que se vê nessa era da informática, da velocidade supersônica, das descobertas científicas da medicina, a física quântica, revelações de novas galáxias planetas que podem ter vida, são pessoas que querem se revelar como muito superiores ao outro, dizendo que tem pedigree, raça superior, raça pura, sangue nobre, pequenos “feudos” em prédios e condomínios, distinção de classes sociais, empinando o nariz para se diferenciar e se destacar como o melhor, o mais gostosão, o mais sabido, mais inteligente, mais bonito, mais culto e mais rico.

Tudo isso para satisfazer o narcisismo interior, desprezando e procurando eliminar ou reduzir seus semelhantes, porém continuam cada vez mais tristes e angustiados não se entendem, não se resolvem, não compreendem que estamos inseridos num sistema global e com isso sofre sem encontrar o caminho das realizações pessoais.

Para se alcançar um equilíbrio necessário buscar o entendimento de si mesmo, revelar para si que você é explorar todos seus valores éticos e morais, aprender a re peitar todas as pessoas de ambos os sexos como elas são, om suas fantasias e seus sonhos. Desenvolver a prática de jogar fora as diferenças, eliminar os sentimentos e palavras emocionais do tipo raiva, ódio, eu concordo, eu não concordo, ouvir mais para aprender com humildade não querer ser o dono da verdade. Não julgar sem conhecer todos os fatos, não permitir inveja em seus pensamentos e entender que o ciúmes é proveniente da sua insegurança poderá levá lo a uma vida plena de harmonia e paz, bastando apenas reconhecer suas próprias fraquezas.

Ser 100% HUMANO é ter consciência de quem você é, dos seus valores e saber conviver com todas as etnias, todos os sexos, condições sexuais, preferências religiosas, culturais e sociais. É buscar contribuir com a sociedade, participar das atividades coletivas e desejar a prosperidade universal. Não ficar lamentando perdas e falhas, saber que estes percalços ervem para sua própria evolução. São oportunidades de crescimento da sabedoria e assim eliminar a tristeza que deve ser substituída por ações de compreensão e amor, alegria e aceitação da vida. É preciso ter nobreza para ouvir sem se alterar com afetos e desafetos e grandeza para resolver se em primeiro lugar.



Crônica anterior          /          Página inicial          /          Crônica seguinte




Diversos Há 1 ano